... o local onde grito sem medo, nem censuras...

02
Mai 10
Esta música tem-me feito os delirios! Gosto do ritmo, gosto do cheiro a África que tanto amo! Mexe, mexe comigo, faz-me mexer e eu gosto de me mexer! Não sei se irei acompanhar o mundial, esta minha selecção luso-brasileira tira-me do sério! Prefiro ver-nos no fim, a perder, mas com dignidade portuguesa! Curtam o som, eu amo!
publicado por Ovelha Negra às 23:05
tags:

A minha necessidade óbvia de ter que ler para melhor escrever, arrastou-me para barracas e barracas de livros.

Confesso que compraria quase tudo se assim a minha conta mo permitisse. Mas como não, tem um limite... lá comprei aqui que andava há que tempos a desejar.

Comprei o novo livro do Nuno Lobo Antunes, Mal-entendidos. Ainda não o li obviamente, mas aposto que assim que o ler vou recomendá-lo!

Ando a deixar para trás esta minha necessidade de leitura, mas agora há que pôr um ponto final na preguiça.

Comprei também um livro para a minha mãe e um sobre Marijuana (como terapêutica...).

E depois comprei um livro para a minha L., que está na fase em que as maminhas começam a aparecer, e não é que perdi a gaita do livro!? Deixou-me deveras muito, mas mesmo muito irritada!

Foram 6€ para o lixo (e eu é que sei se é pouco se é muito!!!!!).

Zangada, que era o livro perfeito para lhe dar agora!

publicado por Ovelha Negra às 18:53

Parabéns à minha mãe!

Apesar de tudo, apesar do ano e meio que estive sem lhe falar (e mais do que justificado!), não seria o que sou hje, não teria a força que tenho hoje se não fosse ela!

Por isso, apesar das críticas (agora fundamentadas) que lhe atiro, tem aqui (e no meu irmão!) um excelente trabalho!

 

As outras mães que me perdoem, mas não me ralo com elas, apenas porque há aí muita espécie que deveria ter nascido estéril!

Nem todas merecem este dia, definitivamente!

 

 

publicado por Ovelha Negra às 18:05

01
Mai 10

Não há fórmulas perfeitas, regras ou equações que se adaptem à relação. Por vezes está tudo perfeito e o amor ultrapassa todas as barreiras, outras vezes é dificil lembrar que amamos aquela pessoa e as razões por que a escolhemos.

Há dias em que olhamos para o outro e sentimos que esse sentimento consegue tudo, outros dias nem queremos ver aquela face.

Há alturas em que temos todas as certezas, e outras, que nem queremos ponderar!

É assim, é díficil, dá dores de cabeça, e mais chatices do que quereríamos, mas no fundo, é bem verdade que o amor resolve tudo!

Ultimamente tenho pensado (novamente) até que ponto seremos compatíveis, até que ponto andamos a par e passo no mesmo caminho. Depois chega mesmo a acontecer pensar se quero (e novamente se quero continuar a transportar os fantasmas que transporto desta relação e que por mais que queira não consigo esquecer), e acabo novamente por me deixar levar.

E na verdade não acho de todo isso errado.

Estou certa do que sinto e de quem ele é. Ás vezes o que penso é se também ele quer o mesmo que eu, e se me apetece esperar que o queira!

Tenho todo o tempo da minha vida, mas sei com muita clareza aquilo que desejo, aquilo que realmente quero! E por vezes tenho simplemente muita pressa de viver, porque existo com medo que a vida me fuja entre os dedos, e na verdade a nossa existência não é assim tão longa, chega mesmo a ser curta por vezes.

Por isso quero simplesmente aproveitar cada momento, não por obrigação, mas porque sabe bem.

Quem me conhece sabe que sou assim, as coisas merecem a pena e têm a minha total atenção enquanto me sabem bem! Porque quando já não sabem...

publicado por Ovelha Negra às 11:27
sinto-me: pensativa
tags:

Maio 2010
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9
13

16
17
18
19
20
21
22

23
24
26
28

30
31


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

subscrever feeds
mais sobre mim
pesquisar
 
blogs SAPO