... o local onde grito sem medo, nem censuras...

08
Jun 10

Já vi este vídeo há uns tempos. Lembro-me de na altura chorar rios de lágrimas, enquanto pensava que realmente o amor é o maior dom que temos para dar a alguém.

Sem mais palavras, partilho, aquele que julgo ser o melhor vídeo de todos os tempos!

 

 

publicado por Ovelha Negra às 18:50

Só para deixar claro que não quis ofender ninguém. Notóriamente o carapuça serviu a alguém, mas juro que não era essa a intenção. Assim como, também não era meu objectivo dizer que o que estudei ou onde estudei são melhores. É apenas e só uma constatação de quem está no mundo do trabalho há largos anos.

E tal como li, e como qualquer outra, é a minha opinião e vale o que vale!

Isto seria um tema excepcional de conversa, tenho a certeza que iriam saltar muitas conclusões, mas tal não é o caso. E nem sempre a entoação do que está escrito é lida da forma correcta, nem tão pouco tenho a paciência muitas vezes para escrever tudo.

E se pareceu uma generalização, bem, qualquer regra tem excepção, mas que é a regra, hoje em dia não tenho dúvidas!

E meus ricos tempos de estudante, em que sem dúvida fazia bem menos do que faço hoje!

Ai saudade (sentida juro!)!...

 

Sorry, também saltaria em minha defesa, e eu usufrui do Bolonho, mas em nada o que eu estudei é diferente, nem a porra da tese que me levou meses e meses a fio!

publicado por Ovelha Negra às 18:25

Sem querer apontar dedos (porque já lá vai o tempo), mas porque há alturas em que o que escrevemos fará sentido, ou mesmo não para outros... daqui a uns anos conversamos!

Na verdade só agora, que tive necessidade de ir buscar aos cadernos de faculdade as matérias para exercer, é que vi a pertinência do que foi ensinado e das horas que perdi com caceirões. Por isso, claro que não é o mesmo! E quantas, mas quantas vezes, eu e as minhas colegas recentemente formadas, não afirmámos: "agora percebo para que serveria aquela cadeira!". Por alguma razão, nas boas faculdades, naquelas que estão bem classificadas, apesar da passagem de 5 para 3 anos, com 3 anos não é permitido a ninguém exercer.

Não quero ofender, de todo, mas trabalho com uma série de profissionais diferentes, sei do que falo.

Já lá vai o tempo das noites com os livros em que opiniva sem o contacto com a verdadeira realidade do trabalho!

Há excelentes profissionais sem cursos superiores, com cursos técnicos, que não há muito tempo poderiam perfeitamente passar a licenciados. A única grande diferença é que agora são "licenciados".

Não se ofendam, porque sempre achei que o que realmente era importante, era decidir-se o que se queria fazer na vida. E depois, fazer o que fosse necessário para que tal se pudesse realizar. Eu quis ser psicóloga. Tive que ir para a faculdade, mas se tal não fosse necessário, não teria ido!

E volto a reforçar, após uns curtos meses de trabalho na área, não houve cadeira que eu não voltasse a consultar! Acreditem, nem uma! E eu tenho o previlégio de ter tirado o curso na melhor faculdade da minha área, logo, a formação era de qualidade, não dava cá para condensar fosse o que fosse. E mesmo assim, estes meses obrigaram-me a uma série de formações complementares para melhor desempenhar a minha profissão.

Por isso, caros estudantes, quando forem profissionais, logo conversamos!

publicado por Ovelha Negra às 06:25

Junho 2010
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5

6
7
8
9
10
11
12

13
14
15
16
17
18
19

20
21
22
23
24
25
26

27
28
29
30


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

subscrever feeds
mais sobre mim
pesquisar
 
blogs SAPO