... o local onde grito sem medo, nem censuras...

23
Out 12

Ainda agora isto começou! Ainda falta muito! Mas também é verdade que há mais de 7 semanas que digo isto! Sim, já sei há 7 semanas que estou grávida! E com isto não tarda estamos no segundo trimestre. E depois começa a já não faltar assim tanto tempo e decerto que já não direi que ainda agora começou.

E estar grávida é o pânico total todos os dias e mais alguns! Para mim claro, que trabalho com a injustiça do que corre mal na natureza humana.

 

Nunca falei aqui da noticia. De como reagi, de como reagimos.

Ainda antes de irmos de viagem já tinhamos conversado sobre isto, sobre ter filhos. Não estavamos totalmente em acordo. Eu queria esperar mais um bocado, viajar mais um pouco, mais umas noites de bairro. Mas foi muito ponderado. Meses antes comecei a preparar-me e com a altura a aproximar-se, comecei a ficar ansiosa/nervosa!

Fomos viajar libertos de métodos contraceptivos e decididos a iniciar treinos!

Foi uma viagem incrivel, e eu vim grávida. Não o sabia logo, foram precisas 2 semanas de espera.

Na semana anterior ao suposto aparecimento menstrual, eu comecei a desconfiar. Tinha dores e nada de descer. No dia em que seria suposto aparecer, decidimos que faríamos um teste. Eu estava desconfiada, aliás, tinha quase a certeza!

Foi o N que foi buscar o teste ao WC e me pergunta a caminho da cozinha onde eu estava a preparar o almoço: "o que significam 2 riscas cor de rosa?". Foi o nosso momento. Não, não chorei, não me emocionei por aí. Tremia que nem varas verdes!

Ligámos às 2 pessoas mais próximas para dar a noticia.

Ficámos eufóricos!

 

Depois foi preciso acalmar. Marcar a consulta necessária, começar a habituar à ideia. Ainda que seja algo decidido e ponderado, rapidamente o chão nos foge dos pés. Nós não controlamos tudo nem pouco mais ou menos.

Na primeira consulta estávamos de 5 semanas + 2 dias. Não erámos para fazer nenhuma ecografia, mas o médico fez questão só para confirmar a gravidez. E logo nesse dia soubémos que seriam dois!

 

Não só fizémos um filho à primeira, como fizémos dois! Aí foi uma mistura enorme de sentimentos. E à medida que me fui habituando à nova situação, e à ideia de virem dois e não um (e não, não fizémos nenhum tratamento nem temos casos de gémeos na familia!), o medo instalou-se. De repente tornei-me numa grávida de alto risco por ser gemelar.

 

Na semana seguinte voltámos à eco... e vimos 2 corações a bater! Se deve ser grande ver um, dois, transborda do coração.

 

Até agora tem corrido tudo bem. Temos em breve a eco das 12 semanas, e vamos saber se os nossos seres alienigenos que transporto no ventre estão bem, ou se há algum problema grave (sim, eu trabalho com a deficiência! e sim a ignorância é uma benção!).

Só os quero bem, aos dois!

 

Agora, ao fim de 12 semanas a barriga já se nota! Eles não têm um T0, mas um duplex, e o espaço foi obrigado a aumentar muito mais rapidamente.

 

Continuo assustada, com medo que os meus aliens não estejam bem, mas feliz!

É bom estar grávida, é bom estar grávida de quem se ama e são boas estas alterações.

 

Isto ainda agora começou, mas já aconteceu tanta coisa! Muito mais que noutras quaisquer 12 semanas! Muito mais do que às vezes conseguimos gerir!

publicado por Ovelha Negra às 19:25

Outubro 2012
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6

7
8
9

14
15
16
17
18
20

21
22
24
27

30
31


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

subscrever feeds
mais sobre mim
pesquisar
 
blogs SAPO