... o local onde grito sem medo, nem censuras...

10
Mai 13

Ontem fui passear com a minha amiga L. para o passeio marítimo de oeiras. Tinha saudades das nossas caminhadas interrompidas com a gravidez.

Ontem lá fomos. De carrinho porque claro que os mini aliens me acompanhariam.

Pois, já no regresso e com pouco sol e algum vento desaradável e fresquinho, o V. decidiu abrir a goela porque queria comer. Ainda o tentei enganar com chucha e abanando o carrinho, mas está quieto!

 

Acabei por decidir levá-lo ao colo muito bem embrulhado em 2 mantas, pois acalmaria mais no meu peito.

Ele acalmou, mas continuava com fome. Então, e estando a mama ali "à mão de semear" foi num instante enquanto "saquei" da mama e lha dei! E lá continuámos em anadamento, com o V. a mamar e em embrulhado nas mantas!

 

Tão, mas tão fácil!

publicado por Ovelha Negra às 17:04

E é assim que eles crescem!

 

1 mês de vida e o V. cresceu de 42cm para 48cm, aumentou de 1,855kg para 2,820kg, e a N. de 44cm para 49cm, aumentou de 2,265kg para 2980kg. 

Nenhum perdeu mais de 10% do peso, e aos 5 dias já estavam a recuperar peso.

E tudo isto apenas e só com maminha da mãe deles!

 

A amamentação em exclusivo é possível e funciona tão bem!

 

São filhos pequeninos ainda, mas também só deveriam ter nascido na terça passada!

 

Estou orgulhosa deles e de mim! Que me informei, que pesquisei, que perguntei, que corrigi pegas que sempre insisti!

Não têm com apenas 1 mês de vida nem regras nem horários para mamar. Não olho para o relógio e não me perguntem quando mamaram a última vez que eu simplesmente não sei! Mamaram quando lhes apeteceu e voltam a fazê-lo quando lhes apetecer de novo! Cada um com o seu ritmo!

Eu tinha algumas teorias em relação à amamentação. E alguns receios se funcionariam de facto na realidade. Pois bem, funcionam!

Não, não é sorte, é confiança e sem dúvida muita, mas mesmo muita informação!

 

Sou mãe de gémeos e podia ter desistido ainda na maternidade! O leite podia "não chegar"!

A sério?

publicado por Ovelha Negra às 16:58

09
Mai 13

Então a paródia de hoje...

Estavam os dois num berreiro! Eu dei mama a ela e pu-la na cama. Depois chucha a ele e decidi dar-lhe banho antes da mama para ele ficar mole. Nisto vou buscar a água e começo a despi-lo. Desata ela num berreiro não salvo pela chucha. Volto a pô-lo a ele na cama já semi despido e tento acalmá-la. Decidi então dar-lhe banho 1º a ela. Dispo-a. Começa ele de novo. Volto a pô-la já só de fralda na cama e pego nele. Decidi então dar-lhe banho a ele! Ela ia chorando e eu falando com ela. Assim que o tirei da banheira, tive que embrulhá-lo na toalha e pegar nela também! Sim, ao mesmo tempo! Voltei a pousá-la para o ir vestir. Vesti-o a correr para ir pegar nela que parecia estar a ser espancada! Cama com ele. Peguei nela naquele pranto e tungas na banheira (sim, na mesma água do irmão! Não havia tempo para água limpa! Amanhã logo se lava melhor!). Banho também a despachar porque o mano já estava de goela aberta! Mesma coisa, tirar da banheira, embrulhá-la na toalha e pegar nele que estava num berreiro. Voltei a pousá-lo e fui vesti-la a despachar. Depois disto ela acalmou e pu-la na cama. Peguei nele e comecei a dar mama. Ela manteve-se calada 5min... e... berreiro de novo! Com ele à mama fui buscá-la à cama e pu-la na outra mama! E mamaram os dois até adormecerem!

 

E aí finalmente deitei os dois e foi um descanso!

 

Uma animação portanto!

publicado por Ovelha Negra às 16:34

08
Mai 13

... adias conversas que podem ser desagradáveis...

... que podem abalar amizades, mesmo tu acreditando que uma amizade verdade é inabalável...

... que sentes que as pessoas mais próximas estão afastadas?...

 

Duro isto...

publicado por Ovelha Negra às 22:17

07
Mai 13

Hoje, dia 7 de Maio era a data prevista para o nascimento dos mini aliens!

Completaria hoje as 40 semanas de gestação.

E hoje, já faz um mês que nasceram!

 

Um mês! Quem é que autorizou que o tempo passasse assim tão depressa?

Já temos um mês de experiência, já os conheço há um mês!

 

Continuam a ser tão diferentes... cada vez mais!

 

Nem vou falar na sensação de ser mãe. Disto que a maternidade me trouxe. Da forma irracional de como os amo.

 

Tê-los é simplesmente perfeito!

publicado por Ovelha Negra às 21:00

05
Mai 13

Hoje é o 1º dia da mãe para nós todas!

publicado por Ovelha Negra às 11:36

Os meus filhos fazem hoje 4 semanas!

São muito pequeninos, até porque nasceram antes do tempo. Nasceram precisamente um mês antes, por isso tecnicamente, só deveriam nascer daqui a 2 dias.

 

Os meus filhos têm pouco mais de 2,5kg cada e o meu mini rato masculino até nasceu apenas com 1,850kg.

No entanto os meus filhos nasceram numa altura maravilhosa! O tempo convida a passeios.

O cheiro da primavera abraça-nos para irmos à rua!

 

E eu vou!

Até porque estive de cama 5 semanas, dou-me ao direito de querer "lourear a pevide"!

E eu vou!

 

Claro que quando se sai à rua com crianças tão pequenas (ou tão crescidas, aqui na verdade se calhar não há distinção!), toda a gente opina! Mas é que TODA A GENTE!

 

Meus caros, a primeira coisa que tenho a dizer é que se reduzam!

Teorias em relação à maternidade e a forma como se vive a mesma, há várias! Eu própria tenho as minhas, que andei calmamente a guardar para mim! E agora sim, posso aplicá-las, ou não, conforme bem me apeteça nas minhas crias. É aqui que a coisa se torna importante! Nas MINHAS crias!

A quem não tem filhos... calai-vos! Com o que faziam ou irão fazer... pfff, sabem lá vocês (vos garanto que não sabem e que muitas vezes irão morder a língua desde o início!!!). Claro que outras orientarão a vossa prática é certo... mas é com os vossos e quando os tiverem! Por isso, cozinhem as vossas teorias nas vossas panelas e deixem cá os meus cozinhados!

A quem tem filhos... bem, aqui há uma clara distinção!

Há aqueles que são pais há meia dúzia de meses ou poucos anos... ora, são os que menos opinam! Pois sabem bem o que é ter sempre alguém a cuspir ideias!

E depois há aqueles que são pais aí há uns 50 anos (vá... basta mais de 15!), são os piores minha gente! Os piores! Quase a par e passo com quem não tem filhos é certo, mas estes pais (dos filhos deles note-se!) têm a arrogância de se acharem supra sumo da maternidade/paternidade, e estão sempre, mas mesmo sempre correctos na conduta a tomar. E explicar-lhes que isto não é verdade? E explicar-lhes que as suas técnicas estão ultrapassadas, ou que simplesmente não nos apetece fazer assim, ou tão pouco, e o mais importante, os filhos não são deles!

O devias fazer assim ou assado, isso é fome ou calor, é capaz de ser frio ou põe a criança assim, enerva o mais calmo do apaixonado pelo seu bebé!

Ora eu me confesso... a mim irrita-me!

Meus caros, e para que não restem dúvidas, não há ninguém, mas mesmo ninguém que trate melhor os meus mini aliens e que saiba o que é melhor para eles do que eu! Mas é que NINGUÉM!

 

Posto isto, sorriso cínico na cara e a frase pronta: "pois é capaz!"

publicado por Ovelha Negra às 10:31

O primeiro!

O primeiro de muitos assim espero, o primeiro do resto da minha vida!

 

Não tenho uma relação doce com a minha mãe. Não sei sequer se algum dia tive. Admiro a minha mãe por muitas coisas, em muitos aspectos. Mas o seu modelo de maternidade não é o que quero reproduzir (e na volta nã andarei de todo longe!).

No entanto, foi a minha mãe que me tornou naquilo que sou hoje! E eu gosto muito de mim! Tornei-me num ser independente, com vontades próprias, determinada e principalmente feliz.

A minha personalidade foi sem dúvida modelada pela minha mãe. 

Não gosto de imensas das suas características (que ela teima em referir que eu as tenho tal e qual, e quem sabe um dia lhe darei razão), mas sem dúvida que a minha mãe investiu em mim para que eu me tornasse no que sou hoje!

 

Hoje também eu sou mãe. Faz hoje 4 semanas que o sou!

De dois filhos de uma vez. 

Dois filhos que apesar de terem pouco mais de 2,5kg cada são já tão diferentes entre si!

Dois filhos que sem qualquer dúvida eu amo acima de tudo e todos.

A maternidade não é "chapa 5", crescemos com uma série de teorias que vão caindo a cada dia que passa nesta caminhada.

Dois filhos que também já me evam à exaustão, que me fazem ver partes menos boas da minha pessoa (o ínicio das noites não é pacifico... estou para ver o dia em que enfio uma chucha pela goela abaixo de um deles- shame on me...).

No entanto, o amor instantâneo é algo superior. Esta forma de gostar de alguém e de querer tanto alguém é fenomenal!

Ontem lia num blog de uma mãe, que se pode assim comparar aos primeiros dias de paixão... é tão verdade... e que se repete a cada dia, a cada minuto que olho para eles, a cada momento que os observo a dormir!

Fico às vezes a lembrar-me deles... é tão bom...

 

Hoje é o meu primeiro dia da mãe.

De dois filhos para quem na verdade sou mamas ambulantes! Dois filhos que acalmam automáticamente no meu colo. Dois filhos que me fazem vir  as lágrimas aos olhos quando estão mais irrequietos. Dois filhos que quando não estão bem me fazem sentir suspensa sobre um abismo...

 

A maternidade transforma-nos, torna-nos tão, mas tão mais ricas...

 

E hoje é dia da mãe. E hoje eu sou mãe!

 

E o ano de 2013 é assim, cheio de coisas boas e doces.

publicado por Ovelha Negra às 10:17

04
Mai 13

3 semanas após o parto a perda de sangue cessou.

E com isto veio... o SEXO!

 

Perdoem-me os mais púdicos, mas tivémos de abstinência, e eu tinhas muitas, mas mesmo muitas saudades do meu marido!

E foi com receios que começámos... mas ao fim de segundos percebemos que estava tudo igual... e foi libertar as hormonas todas misturadas com o desejo acumulado!

 

Muito bom, muito bom mesmo! 

 

 

(ah e já repetimos!)

 

publicado por Ovelha Negra às 23:26

Maio 2013
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4

5
6
7
8
9

12
14
16
17
18

19
20
21
22
23
24
25

26
27
28
29
30
31


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

subscrever feeds
mais sobre mim
pesquisar
 
blogs SAPO