... o local onde grito sem medo, nem censuras...

21
Abr 15

Era tudo o que queria...

publicado por Ovelha Negra às 22:24

Quando me falhas tu, simplesmente me falha tudo! Por muito pilar que tenha à volta, por muitos motivos para sorrir, tu não estando eu caio. E é isto. Num estado pleno de infelicidade em que me encontro presa sem conseguir contornar. Pronto. Num cliché de "as palavras que nunca te direi" na esperança de acalmar a minha dor. Que tudo passe, que eu seja capaz de fazer o luto dos vivos. Que eu sorria sem ser forçado num "estou ok" fingido. Que tudo passe. E que eu deixe de me sentir gozada e usada. Não foi esta a vida que sonhei e até que construí. De facto, se calhar são as palavras que já não te direi! (Qq semelhança com a (minha) realidade é pura coincidência, qd o peito está a explodir do que não se pode dizer, escreve-se onde não se deve escrever...)

publicado por Ovelha Negra às 15:05

Aquele que eu perdi.

 

 

Que dor/raiva/enércia ler algo que me encaixa que nem uma luva...

publicado por Ovelha Negra às 15:04

Abril 2015
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4

5
6
7
8
9
10
11

12
13
14
15
16
17
18

19
20
22
23
24
25

26
27
29
30


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

subscrever feeds
mais sobre mim
pesquisar
 
blogs SAPO