... o local onde grito sem medo, nem censuras...

14
Jan 09

 

21/Mai 10:22
 
Olhar para ti... e deliciar-me!
O cruzar de olhares e ficar presa, olhar-te no fundo e ler-te o que me estás a dizer.
Uma brincadeira com uma tangerina (não, não, clementina!) na procura de um beijo resultado de um mimo, um mimo...
Entrelaçar as mãos num gosto-te profundo, deslizar por ti, por mim num desejo-te sincero.
Um beijo apaixonado no quero-te, só a ti, no és meu/minha, no "isto" é amor, e é tão nosso!
Uma construção a dois do sim quero-te cada vez mais, no és tu!
Um desejo tão íntimo de "entrar no teu abrigo"!
Uma verdade de sim, és amor profundo, desejo incontrolável, do sim, não é abalavel.
Um amor sujeito a inveja (coisa feia essa!), que nem faz mal, é a melhor parte de saber sincero que não foste/és usada, do estou aqui e estou para ti e dispenso quem não souber lidar com o não és nada!
És parte indiscutivel do meu ser, do meu desejo.
Acima de tudo, és o meu amigo... que sei estar sempre presente, mesmo se houver o adeus aos carinhos.
Foi/é uma construção saudável.
Por isso enquanto te ler no olhar, enquanto ficares preso em mim, numa demontração óbvia do te quero, enquanto me beijares apaixonadamente enquanto fazes amor comigo, enquanto me deres a mão na rua, enquanto não tiveres problemas de dizer a quem quer que seja que estás apaixonado, continuamos esta história, como a dos contos, em que sou a princesa que vou sendo acordada e tu o príncipe no cavalo branco (ou no bruta carro!). Enquanto fores o Miguel da minha vida, enquanto fizeres questão de dizer que o és eu estou aqui para me dedicar!
E à parte da chuva miudinha que se sacode facilmente dos ombros, que rapidamente seca, estamos os dois, mais um para o outro do que muita gente algum dia tenha sentido de ti. Junto-me ao elenco de quem ouviu e teve o melhor de ti!
Não falta nada meu querido! A resposta à tua pergunta está aqui!
publicado por Ovelha Negra às 21:53

Janeiro 2009
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3

4
5
6
7
8
9
10

11
12
13
17

18
19
20
21
22
23
24

25
26
27
28
30
31


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

mais sobre mim
pesquisar
 
blogs SAPO