... o local onde grito sem medo, nem censuras...

14
Jan 09

 


3/Jun 9:30
 
É quando te vejo e te sinto que a dúvida se instala...
Os teus cenários nem sempre correspondem aos meus, as telas pintadas nem sempre são com as mesmas cores...
Deixa-me gritar-te o que quero dizer, deixa-me perder o folego nalgo que já não sei se acredito, deixa-me perder neste mundo sem me agarrar mesmo a sério...
Estas coisas estão, definitivamente a virar do avesso o meu ser.
Deixa-me ser eu por inteiro, deixa-me voltar à paciência extrema, deixa-me voltar a deliciar-me, sim, deixa-me gostar bué de ti! Mas corresponde-me... corresponde-me com tudo...
Pede-me para esperar, pede-me para te ouvir, pede-me para... para um mimo... mas corresponde-me...
Sê o que tiveres que ser ao meu lado, rotula ou não o que sentes e o que queres, crê ou não, faz ou não, mostra ou não o formigueiro na barriga em combinação com esse olhar meigo e o sorriso sincero, sinónimos do "como te quero"...
Estou, estou aqui, estou a tempo, estou por inteiro, estou para ti!
publicado por Ovelha Negra às 21:54

Janeiro 2009
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3

4
5
6
7
8
9
10

11
12
13
17

18
19
20
21
22
23
24

25
26
27
28
30
31


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

mais sobre mim
pesquisar
 
blogs SAPO