... o local onde grito sem medo, nem censuras...

09
Jan 11

Nem bom-dia, nem olá, nem nada.

Limitamo-nos a usar o mesmo espaço, sem trocar quaisquer palavras, como se desconhecidos nos tratássemos. Acabamos por dormir juntos, mas sem sequer nos tocarmos numa pontinha do nosso corpo.

A discussão foi feia sim. E o resultado é este.

Neste momento, continuo a nem sequer querer falar. Quero-o longe.

Apesar de tudo, das diversas tentativas, conversas, etc, há coisas que simplesmente nos separam. E quando eu conto a alguém, numa tentativa vã de perceber se sou eu que estarei errada. Se sou eu que tenho uma visão deturpada, parece que não. E fico mais baralhada ainda.

Mais uma vez, e desta feita a cansar-me imenso, estou sem saber o que fazer!

 

 

publicado por Ovelha Negra às 12:59
sinto-me: confusa

Janeiro 2011
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9
11
12
13
15

16
17
22

23
24
25
27
28
29

30
31


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

mais sobre mim
pesquisar
 
blogs SAPO