... o local onde grito sem medo, nem censuras...

14
Jan 09

 

7/Abr 13:39
 
Houve um dia que ganhei um prémio!
O meu maior tesouro, o meu maior desejo de muitos anos.
A minha ambição, uma parte do meu objectivo de vida!
Houve um dia que não foi o dia certo. A altura indicada, a peça de teatro estava a ser servida pelas personagens erradas.
Houve um dia que o meu chão tremeu. Houve um dia em que o meu ser desequilibrou.
O meu maior desejo, o meu sonho, o meu tesouro, o meu anjo estavam temporalmente errados.
Houve um dia em que a música não era a correcta, não era afinada...
Houve um dia que deixei de sonhar, que perdi esse meu objectivo e aí percebi porque tinha o meu mundo ruído...
Houve um dia que voltei a desejar, que acreditei, que te posso voltar a ter. Voltarás para mim, serás tu na mesma. Serás tu com quem ainda conversei longas horas. A quem chorei agarrada por não saber se te iria ver.
Serás tu, o mesmo. Em mim.
E hoje desejo-te, mais que tudo, e virás novamente para o meu ventre, na altura certa, agora com as personagens correctas. Agora sim, escreveremos o guião a que queremos assistir.
E hoje, amo-te mais que no dia em que soube de ti.
E te espero... serei tua.. serás meu...
publicado por Ovelha Negra às 21:47

Janeiro 2009
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3

4
5
6
7
8
9
10

11
12
13
17

18
19
20
21
22
23
24

25
26
27
28
30
31


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

mais sobre mim
pesquisar
 
blogs SAPO